26 de abril, dia do Goleiro!

A data é, simplesmente, uma reverência a um dos principais goleiros da história do futebol brasileiro: Haílton Corrêa de Arruda, o Manga. Com histórico de Seleção Brasileira e passagem marcante por Inter e Grêmio, ele foi campeão por todos os clubes em que passou e, já que o dia 26 de abril é seu aniversário, tornou-se o momento de todos os goleiros serem lembrados.
— Fico muito feliz porque o Dia do Goleiro não é só para o Manga — disse o homenageado em entrevista a GaúchaZH.
A ideia de criar o Dia do Goleiro partiu de dois professores da Escola de Educação Física do Exército do Rio de Janeiro: o tenente Raul Carlesso e o capitão Reginaldo Pontes Bielinski. Carlesso, inclusive, foi um dos pioneiros no trabalho de preparação de goleiros no Brasil, tendo sido o primeiro treinador específico para a posição a atuar na comissão técnica da Seleção Brasileira em uma Copa do Mundo — durante o Mundial da Alemanha, em 1974.
Inicialmente, a data era comemorada em 14 de abril. Isso porque naquele dia, em 1975, uma grande festa reuniu goleiros e ex-goleiros no Rio de Janeiro. Porém, a partir do ano seguinte, consolidou-se o dia 26 de abril.
Manga, à época, era goleiro do Inter. Havia sido campeão brasileiro em 1975 e seria, novamente, peça importante no bicampeonato em 1976. Antes disso, já havia conquistado inúmeros título com a camisa do Sport, do Botafogo e do Nacional-URU. Depois, viria a levantar taças também por Operário-MS, Coritiba, Grêmio e Barcelona-EQU. Além disso, disputou a Copa de 1966. Era reserva de Gilmar, mas foi titular na partida contra Portugal, vencida por 3 a 1 pelos europeus, que causou a eliminação do Brasil.

Deixe um comentário